segunda-feira, 28 de maio de 2012

HISTÓRIA DA MAGNÍFICA ¨RAÇA¨ CANARINHO

HISTÓRIA DA MAGNÍFICA ¨RAÇA¨ CANARINHO

Todo criador tem um sonho: ter um bom pássaro desta ou daquela linhagem, por isso falaremos da linhagem do curió Canarinho, que virou sinônimo de raça.

O Sr. Silvio de Ourinhos tomou emprestado do Sr. Oswaldo Delatorre o curió Batutinha, filho do curió Batuta, campeão brasileiro clássico e tido por alguns como o melhor de todos os tempos , para criação em seu plantel. Com o Batutinha e uma fêmea chamada Maracaí, o Sr. Sílvio tirou uma ninhada de dois machos e uma fêmea, estes machos receberam os nomes de Pirulito (Canarinho) e Tubarão, que encartou perfeitamente o canto Praia Grande Clássico, com muita repetição, enquanto que o outro só gritava . Gritava tanto que chegou ao ponto de ser colocado em uma gaiola com duas fêmeas, e dentro de um guarda roupa, e mesmo assim não parava de gritar.

Enfim, o Pirulito acabou por ser presenteado ao Valdir, que o mandou para a casa de seu irmão, e para piorar , após o convívio com canários belgas pegou parte do canto deles, daí a origem de seu nome.

Então, o Valdir adquiriu algumas fêmeas e, quando preto, após cruzar com tres fêmeas, a surprêsa: todos vieram muito repetidores e encartaram canto, surgindo então uma nova ¨raça¨.

Seu irmão Tubarão, manteve a mesma caracteristica de ¨raçador¨, transmitindo a sua herança genética de repetição e encartamento aos seus descendentes, tanto que não se costuma separar a raça de Tubarão de Canarinho, tudo é Canarinho.

Os netos e binetos do Canarinho, repetem bastantes, e grande parte de seus descendentes apresentam penas avermelhadas nas asas.

Alguns exemplos de cruzas com a raça Canarinho que dão ótimos resultados:

Canarinho x Xodó
Canarinho x Soberano
Canarinho x Dominique

mas, no geral Canarinho costuma dar bons resultados com qualquer linhagem. Prova disto é o Gilson que fez diferentes cruzas com os seus famosos ¨ENCRENCAS¨.

Alguns exemplos de resultados:

- O Vencedor do torneio dos campeões é o curió MARINGÁ, neto do Canarinho com uma fêmeada raça Soberano.
O Canarinho do Gilson de Cascavél-Pr, é o pai do Maringá com uma fêmea chamada Karina.

- Em Barretos-Sp, o maior repetidor é o Canarinho Neto, filho do Canarinho Filho com uma fêmea da raça do Guga, passa cantadas de até 2:40min.

... e muitos outros.

________

Este texto foi baseado em uma publicação de Cleuber Oliveira, de Barretos-SP em

18/11/2008
Fonte: Massaranduba-Fibrapura.

A HISTÓRIA DO CURIÓ GUGA -

A HISTÓRIA DO CURIÓ GUGA -
 fonte: "arquivos" grupo amigocurio-yahoo Nasceu no ano de 1996, no Criadouro do Sr. Valter, no Bairro da Freguesia do Ó, na cidade de São Paulo.Filho do curió Poderoso e Dengosa, desde cedo o GUGA mostrou sua enorme capacidade de aprender o canto Praia Grande Super Clássico.Foi treinado pelo Sr. Lee da cidade de São Paulo e, ainda pardo, no ano de 1997, foi transferido para o plantel do Sr. Pedro Camandona, na cidade de Osasco, onde se encontra até hoje.Continuou a receber instruções de canto e graças à habilidade de manejo e à dedicação do Sr. Pedro, desenvolveu todo seu potencial para repetição.Há vários anos o Sr. Pedro incorporou o Guga em sua criação, produzindo excelentes filhos que se destacam pela repetição e pela facilidade no aprendizado do Canto Praia Grande Super Clássico.Desde então o Sr. Pedro tem se dedicado ao máximo na criação, para poder atender à todos que procuram por filhotes do Guga, tanto as fêmeas quanto os machos, disputados até com antecedência pelos amigos  e apreciadores de vários Estados do Brasil.Foi Campeão Paulista no ano de 2004 e Vice Campeão Brasileiro nos anos de 1999 e 2000, no Canto Praia Grande Super Clássico com Repetição.No ano de 2004, mais precisamente em 11/05/2004, no torneio da cidade de Mogi das Cruzes válido pelo Campeonato Brasileiro pela Federação Brasileira dos Criadores de Pássaros - FEBRAPS, reuniram-se em volta da estaca um grande número de expectadores que literalmente silenciaram-se para ouvir a apresentação do GUGA e este não deixou por menos e “presenteou”  à todos, fazendo  a sua melhor apresentação “Em Torneio”, de toda sua vida.No silêncio absoluto que ali reinava, diante do olhar de mais de 150 pessoas (Graças a Deus eu estava lá), superou todas as expectativas criadas à seu respeito, deu apenas 2 cantadas, sendo a primeira cantada de 2 minutos e 43 segundos, de 35 samaritás (ou 71 cantos) e uma segunda cantada um pouco menor de 2 minutos e 04 segundos, de 24 samaritás (ou 49 cantos).      Só se ouvia o murmúrio dos presentes dizendo “não pára mais?...”não vai parar ?.     Esta apresentação ficou para a história porque, como todos sabem, o juiz não pode encerrar a apresentação enquanto o pássaro não terminar a  cantada, nisso as duas cantadas do GUGA chegaram à 4 minutos e 47 segundos, ultrapassando em 47 segundos o tempo de 4 minutos estipulados naquele dia pelo Juiz para cada curió . Após esta segunda cantada, quando o juiz gritou “Teeemmpo!!!” anunciando o término da apresentação, houve mais de 1 minuto de aplausos incessantes dos presentes, que se olhavam e exclamavam “Que loucura!!”No torneio do ano anterior, exatamente aos 12/10/2003, na mesma cidade de Mogi das Cruzes, durante a sua apresentação deu uma cantada de 2 minutos e meio, de 30 samaritás (ou 61 cantos), sendo esta, a sua segunda melhor apresentação “Em Torneio”.Estas apresentações em torneios estão gravadas e ficaram registradas para a História.Quando eu digo “Em Torneio” é porque, graças às visitas que faço frequentemente ao Sr. Pedro em sua residência, pude presenciar incontáveis cantadas do GUGA com mais de 3 minutos de duração.      É emoção que vou lembrar para o resto de minha vida...  O Sr. Pedro continua criando com o curió GUGA, que continua produzindo excelentes filhos e muito procurado.Esta é apenas uma homenagem simples que faço, em primeiro lugar à pessoa do Sr. Pedro, a quem muito estimo, e em segundo lugar ao curió GUGA que, pela alegria que já me proporcionou, e à todos, merece este registro para não passar para história apenas como um curió conhecido na sua região.Os curiozeiros do Brasil merecem conhecer um pouco da história do GUGA, o único e verdadeiro GUGA!    Escrito por Geraldo Ribeiro dos SantosAutorizado por Pedro Sebastião Camandona - Tel. (11) 3681-1482Em 29/04/2007.  
Fonte: Criatório Barretos.

Vídeo: Canto do curió (Timbira) do Maranhão.

video